Para Reflectir...

19.09.09

"O problema das contribuições é que algumas pessoas pensam que lá por terem ajudado o fantástico no passado temos que lhes prestar vassalagem. “Oh grande chefe que escreveste sobre o fantástico antes de eu nascer, eu te presto vassalagem com este piaçá com 10 anos de uso, escreve mais artigos em breve porque eu já não tenho papel para limpar o c%.” Eu pelo menos levo isto com sentido de humor, anyway é mais do mesmo esta cena do fantástico em Portugal. Ai tá mau ai ai tá mau, ai que não temos autores ai ai ai…arrangem um gravador como o grande Cunhal que descanse em paz btw. Obviamente Safaa sabes que estou a levar isto com sentido de humor, sou muito mais mal educado ao vivo! XD"

 

 

Comentário retirado de um Fórum de Lit. Fantástica e da autoria de RAFA.

publicado por sá morais às 12:46

Dagon – O Site Oficial!

26.06.09

WWW.DAGON.WEBNODE.COM

 

“Inovar e fazer mais e melhor que os projectos já existentes”

É este o espírito da Dagon, fazer mais, fazer melhor! Deste modo é com muito prazer que vos apresentamos uma das primeiras inovações deste tipo de projecto: todas as informações sobre a DAGON estarão disponíveis num site que lhe é exclusivamente dedicado; Será assim mais fácil, não só a distribuição dos exemplares, mas também a participação activa dos leitores no “FÓRUM DAGON”, a visualização de imagens na Galeria de Fotos e a leitura das mais recentes noticias sobre o projecto!

De aspecto simples e funcional, este é um site criado para os leitores, esperamos que gostem!

Por isso visitem, participem no fórum (todas as questões serão respondidas ) e, sobretudo, disfrutem da DAGON!

Critica a Goor 2 de Roberto Mendes

01.10.08

 

Crítica ao mundo de Goor:
 
É difícil fazer uma crítica a uma obra tão sublime, mas vou tentar não deixa no esquecimento nenhuma das partes que mais me impressionaram e as poucas, muito poucas, partes de que não gostei muito.
Desde logo considero goor 2 uma obra impregnada de originalidade pois colocas o destino da historia nas mãos dos homens e tornas a essência humana na “personagem” fulcral da mesma. Não recorres a nenhuma colagem a outros universos e isso é de louvar pois propuseste-te a criar um universo de raiz e, na minha opinião, acabaste por construir algo que se assemelha em grandeza a outras grandes obras como a terra média de Tolkien ou a Faerie da mitologia celta. Mas as marcas de originalidade não se esgotam com o facto de serem os homens a decidir o destino do mundo, também o facto de o artefacto sobre o qual a história se desenvolve e evolui não ser o principio e o fim da própria história me deixou muito satisfeito e surpreso; O universo de goor revela-se um mundo colossal e credível, com descrições perfeitas, soberbas, que nos fazem sonhar com cidades imponentes e com noites passadas num balcão do palácio levando banhos de estrelas. As cidades são definidas ao pormenor, com uma perícia de arquitecto, pois tenho a certeza que apenas pelas tuas descrições se podiam desenhar as várias cidades. A parte descritiva que mais me impressionou acabou por ser a descoberta de Fir Hur Abat, pela aura de magia e misticismo que se impregnava na cidade e pela gigantesca escala a que a cidade nos é descrita; A magia sente-se nas linhas em que descreves tão bela e lendária cidade!!! Tal como em Goor 1 a parte do romance é explorada com mestria, com os sentimentos a surgirem tão puros que quase os sentimos tocar-nos quando lemos as palavras. A tua “veia” de romancista tem tremenda qualidade e isso nota-se À medida que os sentimentos afloram nos corações das personagens levando a que exista uma dança de sentimentos puros entre os mais improváveis personagens juntando homens e mulheres de personalidades tanto fortes como distintas. Adoro o facto de ter acesso ao lado lunar de todos os personagens, incluindo Feaglar, pois normalmente o autor apenas explora o melhor lado de algumas personagens e o pior de outra, raramente são explorados os dois lados numa mesma personagem, penso que mais que tudo é isto que te define enquanto mestre da escrita. Apesar de preferir uma magia mais presente no enredo e nos destinos das histórias penso que o facto de a magia aparece tratada de forma sublime por ser simples e por não fazer parte do principal da acção (o que muda os destinos não são grandes feitiços, é o carácter de cada personagem) constitui uma lufada de ar fresco na literatura fantástica moderna. As jornadas em busca do draidex e as viagens de regresso com todas as circunstâncias e enredos secundários que assumem um papel tão preponderante na linha principal da história são maravilhosas, cheias de perigos, de batalhas intensas em que usas cenas fortes e cinematográficas de uma forma genial. A cada batalha que se aproxima é como se deixasse de ler e passa-se a ver as imagens que decidem o futuro dos Dhorians;
 Penso que conseguiste criar um verdadeiro mundo onde apenas sinto falta de uma fauna e flora mais presente mas em que a morfologia, mitos, lendas, costumes e tradições se encontram definidas de forma perfeita, sem falhas! Admiro a forma simples com que contas a história, não és um escritor de artifícios como por vezes eu próprio faço, és, sem sombra de dúvidas, um cronista brilhante; Penso que enquanto escritor é esse o estilo que melhor te define: a crónica;
Juntamente com a cidade de fir hur abat o que mais me impressionou foram as personagens fenomenais como sarraden, galana, gar dena, a perfeita caledra, o próprio feaglar, odraglar, etc…. são personagens com personalidades completamente distintas, delineadas com precisão, alguns são homens como todos nós, outros são tudo aquilo que gostaríamos de ser; Podia descorrer sobre estas personagens durante vários dias a fio pois tornaram-se verdadeiramente nos meus companheiros de armas ao longo da trama, sorri e sofri com todos eles! Como personagens principais amei a personagem Caledra mas sempre desejei secretamente que fosse Galana a ocupar um lugar de destaque no futuro da historia e fiquei muito satisfeito quando por fim tal aconteceu. O facto de teres trocado o pólo forte dos homens para as mulheres é mais um toque da genialidade com que desenvolveste goor;
Depois de ler a tua obra percebo que o goor és tu, que vem de ti, das tuas interpretações sobre a vida e é por isso que esta história ganha uma dimensão diferente. Para mim goor 2 foi o melhor livro de literatura fantástica que li nos últimos três anos, logo a par de “jonhatan strange e o sr norrel” de susanna clark.
Em termos de literatura fantástica na sua vertente épica a tua obra surge nas minhas preferências logo após a obra de Tolkien. Considero Goor melhor que o mundo de Robert Jordan ou Marion Zimmer Bradley; E de entre os autores portugueses considero que te encontras num nível superior a todos os outros : para mim é fácil fazer a comparação pois já li quase tudo o que existe em português no âmbito da literatura fantástica;
Devo dizer-te que aprendi muito ao ler Goor; Tornaste-te numa referência para mim e numa inspiração também, pois sonho um dia atingir o nível de mestria que tu tanto dominas. É um prazer e um imenso orgulho poder corresponder-me contigo e trabalhar a teu lado no correio do fantástico, por isso te deixo um obrigado sincero e me despeço com votos de amizade; Tornaste-me num verdadeiro Dhorian!!!
Espero que gostes da critica.
 
 Roberto Mendes (autor de fantasia)
 
 

Critica a Goor 2

23.09.08
 
" (...)mas de todos os livros que li durante o ano, sem duvida alguma “Goor - A Crónica de Feaglar 2“ foi o melhor do ano, melhor de todos, daquele tipo de livro que tenho sempre a mão para uma releitura, e posso indicar com toda confiança como sendo um livro completo."
in Realidade Torta - Brasil
 
"Este romance de aventuras épicas “adocicado com o toque mágico da fantasia” merece, sem dúvida, a nossa atenção. Valores como a amizade e a liberdade, tão essenciais à nossa condição humana, estão aqui sempre presentes."
in Montijo Agenda
 
"Regresso a Goor, mundo fantástico capaz de fazer corar o Senhor dos Anéis!"
in Correio da Manhã
 

"Por fin chegou ás nosas mans a segunda parte da Crónica de Feaglar. E se me pedides que vola resuma nunha frase, direi-vos que concordo que as segundas partes non son boas, neste caso, son mellores! (...) Eu pola miña banda só podo dicir que fico coa mesma sensación que cando acabo un bo libro ou unha película: qué magoa que xa acabase,  pero disfrutei tanto mentras... "

in Nova Fantasia ( Espanha )

 
Pontos de venda na Internet:
 
 
Os livros Goor - A Crónica de Feaglar I e II estão disponíveis na Biblioteca Municipal Central - Palácio Galveias 
 
e na DocBweb da CM de Coimbra

 

Critica a Goor 2 no Gato do Telhado

24.06.08

 

 

 

 

 

 

 

"Adorei ter lido esta obra, porque além da parte das aventuras, tem uma parte muito intensa de amor de amizade entre as personagens, valores que hoje em dia parecem ser raros, as pessoas vivem tudo muito rápido, e com o epicentro nelas próprias, os outros não interessam, por isso enalteço essa parte do livro. Depois a forma como o Pedro descreve as paisagens e os acontecimentos vividos nas varias expedições (Goor, Caliciada e a caça a Munthul), as cidades dos sete reinos (com relevo para a fabulosa Fir-Hur-Abat onde se encontrava a crianças Aurabranas, que era a ultima esperança dessa fabulosa raça.), Também o autor fez grandes revelações sobre Gar-Dena, Cáledra e Galana. Todas elas com um perfil forte e evolutivo em toda a trama, (...) Claro que não vos vou contar as revelações se não tirava o interesse todo à história. À pouco falei-vos de amizade e amor, vou vos confessar uma coisa, certas cenas são de tal maneira intensas que parecemos estarmos a viver aquela história de alguma forma, dando por mim a chorar pelos acontecimentos descritos.

(...) Em suma, uma leitura fácil, entusiasmante, com valores muito preciosos. Uma Obra daquelas que vale a pena ler.

 

Francisco Fiuza

Goor - A Crónica de Feaglar 2

19.05.08
 
 
 
 
" (...)mas de todos os livros que li durante o ano, sem duvida alguma “Goor - A Crónica de Feaglar 2“ foi o melhor do ano, melhor de todos, daquele tipo de livro que tenho sempre a mão para uma releitura, e posso indicar com toda confiança como sendo um livro completo."
in Realidade Torta - Brasil
 
"Este romance de aventuras épicas “adocicado com o toque mágico da fantasia” merece, sem dúvida, a nossa atenção. Valores como a amizade e a liberdade, tão essenciais à nossa condição humana, estão aqui sempre presentes."
in Montijo Agenda
 
"Regresso a Goor, mundo fantástico capaz de fazer corar o Senhor dos Anéis!"
in Correio da Manhã
 
 
Pontos de venda na Internet:
 
 
Os livros Goor - A Crónica de Feaglar I e II estão disponíveis na Biblioteca Municipal Central - Palácio Galveias 

 

Sugestão de Leitura - Sandra Carvalho

18.05.08

 

Sandra Carvalho é, hoje, uma das escritoras portuguesas que mais sucesso alcançou na Literatura Fantástica; Faz parte de um pequeno grupo de novos talentos do fantástico (Inês Botelho, Cátia Palha, Filipe Faria, Pedro Ventura,etc...) que tanto prazer têm trazido aos leitores portugueses; Vale a pena conhecer os seus mundos...


 


"A saga das pedras mágicas": Tudo começou quando a feiticeira Aranwen se apaixonou por um humano e decidiu ludibriar o Conselho dos Seres Superiores, mantendo o seu poder na Terra encarcerado dentro de sete pedras mágicas... Ou talvez, não! Talvez esta aventura se tenha iniciado no momento em que os Feiticeiros encontraram os cristais do Sol e da Lua e decidiram formar a Ordem do Dragão. Quem sabe?
A Pedra do Tempo guarda as soluções de todos os enigmas passados e futuros, porém, só as revela quando quer e a quem quer. Todavia, a sua Sabedoria Suprema está a ameaçada pelo nascimento do primogénito varão do Rei da Lua e da Rainha do Sol, capaz de libertar o Poder Superior. O que esse homem fará quando se tornar deus, só o próprio Deus pode prever.


 


A autora dirige-se aos seus leitores, apresentando-se:


"Bem-vindos ao meu sonho!
O meu nome é
Sandra Carvalho e nasci a 29 de Junho de 1972, em Sesimbra, numa rua antiga virada para o mar.
Descendente de uma família de pescadores, desde cedo aprendi a respeitar e a amar o gigante azul que alimenta a minha imaginação. Dei os primeiros passos na areia branca da praia, enquanto ouvia as histórias maravilhosas da minha avó e, não tardei a inventar as minhas próprias histórias. Durante anos escrevi pelo simples prazer de escrever. Cresci dividida entre o mundo real e os incontáveis universos criados pela minha mente, sem nunca reunir coragem para revelá-los... Até agora.
Esta aventura que estou a viver, e que desejo partilhar convosco, é a prova de que os sonhos se tornam realidade. Espero que a vossa satisfação ao ler as minhas palavras seja tão plena como a que eu sinto ao escrevê-las."

 

 

Texto de Igdrasil ( publicado no blog Correio do Fantástico )

 

Nasceu mais um blog sobre a literatura fantástica!

02.04.08

 

Nasceu um blog sobre literatura fantástica - Correio do Fantástico! Esse saudado nascimento é fruto do trabalho e vontade de Igdrasil (Roberto Mendes) e terá a minha participação. Convido todos a visitá-lo!

Paixão pela literatura!

Goor - A Crónica de Feaglar II

28.05.07

Alguns julgavam-se guerreiros invencíveis...

 

Outros fiavam-se a sua sabedoria...

 

A maioria julgava que nada os poderia surpreender...

 

 

Estavam enganados...

 

 

Nada os poderia ter preparado para...

 

 

 

 

 

 Brevemente mais notícias

É já esta semana! *

05.02.07

 

Programação de 5 a 9 de Fevereiro de 2007:

05 - Sandra Carvalho

Conversa com Sandra Carvalho, autora de Literatura Fantástica.

06 - Inês Botelho O tema do programa de hoje é "A Literatura Fantástica".

É nossa convidada a autora Inês Botelho.

07 - Pedro Ventura

( 16 horas - RTP2 - também na RTP Int. e RTP Àfrica, em horário diferente )

Conversa com Pedro Ventura, autor de Literatura Fantástica.

* É já esta semana que vão perceber como sou trapalhão e sem jeito em frente das câmaras. ( Sim, ainda é pior do que ao vivo! ). Um agradecimento especial à Universidade Aberta, em especial à Raquel e à D. Isabel, pessoas muito simpáticas, que me aturaram com muita paciência.

- Clique aqui para ver trailer ( quando estiver disponível )

Convite a toda a comunidade!

25.09.06

 

A quem é de Viseu ( e não só... ) fica desde já lançado o convite para comparecerem neste lançamento do meu livro. ( Sim, o Pedro sou eu... )

Agradecia também se houverem blogs de Viseu que queiram divulgar esta iniciativa.

pesquisar

 

comentários recentes

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

Junho 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30