Gostaria de saber se comentavas este artigo:

Nem só de elfos, fadas e dragões se faz o universo da literatura fantástica. O espaço é difícil de definir e abarca muitos subgéneros. O Fórum Fantástico, que decorre a partir de quinta-feira, em Lisboa, tenta fazer um ponto da situação em Portugal.

Uma coisa é certa: a escrita fantástica a nível nacional aposta sobretudo no eixo dos leitores adolescentes, embora haja quem reme contra a maré.

"Infelizmente, a escrita fantástica em Português está um pouco fraca. Aposta sobretudo no segmento infanto-juvenil. As boas publicações para adultos são sobretudo traduções de autores estrangeiros. Em matéria de ficção nacional, estamos um pouco atrasados. Não têm surgido novos autores", a afirmação é de Safaa Dib, do grupo Saída de Emergência.

Para esta responsável e co-organizadora do "Fórum Fantástico 2008", que decorrerá de amanhã até sábado, no auditório da Faculdade de Belas-Artes, em Lisboa, "está muito instalado o preconceito de que o género se destina sobretudo a leitores infanto-juvenis. Felizmente, isto está a mudar. Mas muito lentamente".

lurdes a 25 de Outubro de 2008 às 16:21

Comentar:

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres