Como um condenado que espera uma setença que não seja aquela a que todos, por força das circunstancias, nos espera. Abraço.
Seforis a 16 de Março de 2006 às 18:28

Comentar:

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres