Programa Fantasporto 2013

27.02.13
Programa do Fantasporto 2013 contempla 300 filmes e várias homenagens Programa do Fantasporto 2013 contempla 300 filmes e várias homenagens
O Fantasporto regressa à cidade invicta em Fevereiro com mais filmes e mais homenagens para celebrar a 33.ª edição.

As atividades começam no dia 25 de Fevereiro com o pré-Fantas até ao primeiro dia de Março, dando lugar até dia 10 de Março às competições internacionais.

Em 2013, o programa contempla a entrega do Prémio Carreira a António de Macedo onde será apresentada uma retrospetiva do seu trabalho.
No que diz respeito às homenagens, o Fantasporto distingue a dupla britânica Michael Powel e Emeric Pressburger pelos 65 anos de "The Red Shoes", que será transmitido na sessão de abertura do Festival, antecedendo a antestreia de "Mama".

Manuel de Oliveira também será homenageado pelos 70 anos de "Aniki Bobó", assim como o realizador belga René Laloux onde será apresentado, na sessão de abertura, o filme "O Planeta Selvagem", com banda sonora ao vivo.

No dia 1 de Março começa a componente oficial e competitiva do Fantasporto com um programa dedicado ao cinema e literatura.

O Fantasporto vai reunir 300 filmes de 345 países, entre eles, "Pieta", "Ace Attorney", "Berberian Sound Studio", "Codependent Lesbian Space Alien Seeks the Same" ou "Robot & Frank", que irá encerrar o festival.

Para além da competição dos filmes, o Fantasporto 2013 oferece aos participantes as iniciativas do concurso entre escolas de cinema e uma seção não oficial – Anima-te –, com Anime e Porto em Curtas.

Quanto ao preço dos bilhetes, haverá preços especiais para os amigos do Fantasporto no Facebook.

O bilhete normal (Rivoli Grande e Pequeno Auditório – Teatro Municipal) terá um custo de 5 euros. O bilhete para a sessão de abertura é de 8 euros e para a sessão de encerramento de 6 euros. O bilhete Livre-Trânsito terá um custo de 80 euros. Haverá a possibilidade de compra de caderneta de 10 bilhetes com um custo de 40 euros.

Para mais informações, clique aqui
publicado por sá morais às 12:58

Opinião - Goor - A Crónica de Feaglar I ( Os Livros do Lars )

27.02.13
Durante uma época ensombrada pelo despontar de novos conflitos e intrigas, a enigmática princesa Gar-Dena chega inesperadamente à corte do próspero reino Dhorian, no intuito de avisar o rei Feaglar para um terrível perigo latente que ameaça a liberdade e a própria sobrevivência de todos os Homens. Este será o ponto de partida para os acontecimentos relatados em Goor – A Crónica de Feaglar, que decorrem no período da Guerra dos Sete Reinos.Trata-se de uma fantástica aventura do rei e dos seus companheiros, que os levará aos limites das suas capacidades e aos confins do mundo conhecido, enfrentando inúmeros perigos e a herança de um nebuloso passado que foi propositadamente apagado da memória de todos os povos. O jovem e idealista rei, referido pelas antigas profecias como o Escolhido, terá de superar as suas próprias fraquezas e dúvidas, contrariar um destino sinistro e uma complexa teia de mentiras, urdida desde tempos imemoriais e em que ele próprio está envolvido.Em causa estará o próprio valor intrínseco do Homem e a sua determinação em sobreviver. Esta será uma jornada em que o futuro estará num indeciso limbo e em que tanto a vitória como a derrota podem acarretar um sacrifício demasiado doloroso para aqueles que aceitam o desafio que lhes é colocado. 

Opinião:

Sete anos após a publicação original "Goor - A Crónica de Feaglar" está de volta numa edição de autor. Este romance épico da autoria de Pedro Ventura, do qual já li "O Regresso dos Deuses - Rebelião", narra a vida de Feaglar, rei de Dhorian.

Feaglar é um jovem rei que tenta governar com justiça sem olhar ao estrato social dos envolvidos e um reformista que tenta dar uma voz mais activa ao povo o que, por vezes, choca com as vontades dos grandes nobres. Um dia chega inesperadamente à sua corte, situada em Nimelian, a princesa Gar-Dena para o avisar de um grande perigo que está prestes a chegar aos Sete Reinos. A partir desse momento a sua vida irá mudar radicalmente.

Gar-Dena é uma misteriosa princesa Litíca que tem latente um poder imenso do qual nem ela conhece os limites. É filha da segunda mulher do rei dos Litícos, mas vive isolada da corte pois o seu meio-irmão, actual rei, nunca aceitou o segundo casamento do pai. 

Neste livro existe uma óptima mescla de romance e luta, sendo o primeiro de dois volumes, o livro tem alguma atenção à descrição dos Sete Reinos e aos seus diversos povos. Os pontos fortes são a excelente construção das personagens e as descrições das várias cenas de luta.

Depois de finalizada a leitura deste primeiro volume confesso que estou desejoso de ter o segundo nas mãos.

Se estiver interessado em adquirir este excelente livro poderá o fazer aqui.

Avaliação: 8-10

À procura de imagens: Roma

27.02.13

Quinta e sexta feira (28/2 e 1/3), na Universidade do Minho, decorre o colóquio O Imaginário das Viagens. Literatura, Cinema e Banda Desenhada, no auditório do Instituto de Letras e Ciências Humanas (ILCH), organizado pelo Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho (CEHUM).


28 de fevereiro e 1 de março, O Imaginário das Viagens

O programa está aqui.


in Estrada de Prata


publicado por sá morais às 12:01

pesquisar

 

comentários recentes

mais comentados

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

Fevereiro 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
18
19
21
22
23
24
25
26