Perguntas-me o que me move

E eu não te sei responder...

Neste limbo de causas perdidas,

O que te poderia dizer?

 

Será teimosia?

Será loucura?

Será que não conheço outro modo de viver?...

Será que arranco forças

A esta negra e frustrada agonia,

Que sempre envolveu o meu ser?

 

Perguntas-me o que me move...

Nem sei...

 

Será que estado parado,

mas envolto neste turbilhão,

Tu me julgues inquietado,

movendo-me por alguma razão?...

 

Feaglar

publicado por sá morais às 13:14