Fórum Fantástico 2013 (8ª Edição)

04.11.13

FF2013pic

Fórum Fantástico 2013 (8ª Edição)

De 15 a 17 de Novembro

Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Telheiras, Lisboa

-

15 de Novembro, Sexta-feira

15:00 – Abertura (inauguração da exposição ZoranFrames)

15:30 – Apresentação das iniciativas “Prémios Adamastor do Fantástico” e “Livros da Utopia” (com Rogério Ribeiro e Artur Coelho)

16:00 – Apresentação “Novidades em Videojogos” (colaboração com RubberChicken)

16:30 – Intervalo (abertura do Espaço RubberChicken)

17:00 – Lançamento “Videojogos em Portugal: História, Tecnologia e Arte” – Ed. FCA (com o autor Nelson Zagalo)

17:30 – Ilustração Fantástica (com David Sequeira e Marta Patalão)

18:00 – Conversas de Horror (com David SoaresAntónio MonteiroJosé Pedro Lopes e Pedro Santasmarinas)

19:00 – Exibição das curtas “M is for Mail”, de José Pedro Lopes, e “M is for Macho”, de Pedro Santasmarinas

-

16 de Novembro, Sábado

10:30-12:30 – Workshop de Escrita Trëma

14:15 – Lançamento “Lusitânia - 2ºVolume”

14:45 – História da FC portuguesa (painel moderado por Luís Filipe Silva)

15:15 – Lançamento “Nome de Código: Portograal”- Ed. Marcador/Presença (com o autor Luís Corredoura)

15:45 – Sessão Steampunk: Elfic Wear (com Angélica Elfic) e Clockwork Portugal (com Joana LimaSofia Romualdo e André Nobrega)

16:30 – Intervalo (com sessão de autógrafos)

17:00 – Apresentação Bang! e Bang! Brasil – Ed. Saída de Emergência (com Safaa Dib)

17:30 – Anúncio dos vencedores do concurso ZoranFrames (patrocinado por Ed. Cavalo de Ferro, Sony e Xerox)

18:00 – Apresentação “Brasil” – Ed. 1001 Mundos/ASA/Leya (com o autor Ian McDonald)

18:30 – Apresentação “Winepunk” (com AMP RodriguezJoana LimaRogério Ribeiro, entre outros)

19:00 – Sessão conjunta de autógrafos

-

17 de Novembro, Domingo

14:15 – Publicação de Contos Portugueses Além-Fronteiras (com João VenturaJoão Ramalho-SantosInês MontenegroJoão Rogaciano)

15:00 – Sugestões de Literatura, Filmes e Jogos (com João BarreirosArtur Coelho e João Campos)

15:30 – Audiovisual Nacional: RPG, Collider e Sangue Frio (com David RebordãoNuno BernardoVasco Rosa e Diana Lima)

16:15 – Exibição “Jogo Maldito”, de David Rebordão

16:30 – Intervalo

17:00 – Banda-Desenhada: Dog Mendonça e Pizzaboy 3 – Ed. Tinta da China (com Filipe MeloJuan Cavia e Santiago Villa), Butterfly Chronicles – Ed. Qualalbatroz (com João Mascarenhas e Marc Parchow), e Hanuram, O Dourado (com Ricardo Venâncio), moderado por João Lameiras

18:00 – Exibição da curta “Esperânsia”, de Cláudio Jordão

18:15 – Encerramento

-

Todos os dias: Durante o evento estará disponível uma Feira do Livro Fantástico, gerida pela livraria Dr. Kartoon, assim como uma banca da editora Saída de Emergência, um espaço de demonstração da RubberChicken e uma banca de jogos da Runadrake

Organização: Épica/Rogério Ribeiro/Safaa Dib/João Campos

Cartaz: Pedro Marques

Video Promocional: Nuno Elias

Aviso: O programa agora divulgado está sujeito a correcções e adições até ao evento, portanto aconselhamos a consulta frequente do nosso blog. Apelamos a todos que divulguem o evento e o presente programa, mas juntando sempre o nosso endereço para possíveis actualizações.

publicado por sá morais às 10:31

Antologia de Contos de Ficção Científica Fantasporto 2012

10.03.12



O tempo tudo cura menos velhice e loucura
António de Macedo

A inimaginável materialização de Samira
João Paulo Vaz

O Robot Auris
Beatriz Pacheco Pereira

O Festival
Filipe Homem Fonseca

Virgílio Bentley e o extraterrestre
Ágata Simões

As mãos e as veias
Afonso Cruz

Tsubaki
Bruno Martins Soares

Uma Alforreca no Quintal
António Carloto

Fogo!
João Ventura

O cão
Isabel Cristina Pires

O Mistério dos Uivos
Madalena Santos

Expedição ao Futuro
José Cardoso

Déjà-vu
Luís Roberto Amabile

Acordar o Profeta
João Leal


Manuel Alves

As Moças do Campo
Telmo Marçal

A Besta-fera
Rodrigo Silva


O Regresso dos Deuses: Rebelião - Resenha ( I Dream in Infrared - Rogério Ribeiro )

15.05.11

"Coloquemos desde já as cartas em cima da mesa: O Regresso dos Deuses – Rebelião (2011, Editorial Presença), de Pedro Ventura, é um livro que um leitor ou adora ou odeia. Isto porque a obra, transcendendo as suas qualidades e defeitos, é movida por uma escrita tão intensa e visceral, por vezes extremamente desapaixonada, outras vezes exactamente o oposto, que não deixa espaço à indiferença.


Calédra, antiga rainha dos aurabranos, é acordada após um sono de décadas, qual Merlin destinado a ressurgir no momento de maior necessidade. Mas aqui começa também o calvário desta personagem: as expectativas de um mundo pesam sobre esta guerreira singular, mas ainda desorientada perante a nova era. A reacção não poderia deixar de ser intempestiva; de vontade férrea, aceita a sua responsabilidade, mas nos seus próprios termos.

Crescentemente, Calédra torna-se um “buraco-negro” que condiciona amigos e inimigos. Para além disso, é esta a personagem que marca todo o livro, e é ela que o carrega do princípio ao fim. Dona de uma personalidade indomável, revelando-se muitas vezes prepotente, arbitrária, ou apenas moralmente alheada, Calédra demonstra uma aposta de Pedro Ventura em criar uma protagonista em tudo diferente do molde já batido da comum fantasia épica.
Aliás, também o arco de história, que engloba mais do que este livro, deixa, principalmente na figura dos endeusados Holkan e da sua relação com Calédra, pistas que remetem esse mesmo registo de fantasia épica para um suspeito véu colocado sobre a nossa percepção da realidade.

Toda a narrativa está bem construída (para um volume que funciona como introdução a uma obra mais vasta), mas assenta fortemente na aceitação do leitor em se tornar em mais um dos seguidores indefectíveis de Calédra. Sem essa “submissão”, que o autor consegue lograr pelo arrojo com que impõe a protagonista, imagino que a leitura seja dificultada. Com uma escrita adulta, e um enredo que muito se aproxima de um espírito quase shakespeariano, Pedro Ventura faz poucas concessões ao facilitismo, ocupando uma posição na actual literatura fantástica nacional que, apesar de não esvaziada de executantes, era urgente reforçar.

A linguagem utilizada poderá revelar-se outro ponto de ruptura. Assumidamente grandiloquente, poderá para alguns leitores ser insuportavelmente pomposa. Verdadeiramente, o nível de tolerância é marcado pela imersão que o leitor ser permitirá ter na história. E esta limitação inicial acaba por ser uma mais-valia para o seguimento da leitura; quer quando existem alguns episódios cuja exposição está menos conseguida, quer quando as atitudes das personagens dificultam a manutenção de empatia ou identificação do leitor com as mesmas. Mas para quem lá chegar, a leitura já se terá tornado compulsiva.

Apresentando-se como um (re)início ambicioso, e deixando no final das suas páginas a promessa de maiores revelações num volume vindouro,Regresso dos Deuses – Rebelião marca, em boa hora, a “descoberta” de Pedro Ventura pelo grande público. Estão de parabéns o autor e a editora, por esta honrosa adição à colecção Via Láctea."

Conversas Imaginárias 2009

29.04.10

Conversas Imaginárias - Auto-edição em Portugal: oportunidades e problemas.

Mesa: Rogério Ribeiro, Pedro Ventura, Rafael Loureiro

Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro - Telheiras

28 de Novembro de 2009

 

 

Fórum Fantástico 2010

20.04.10

Foi anunciado no blogue de Rogério Ribeiro que o próximo fórum fantástico será em Novembro deste ano, na excelente Biblioteca de Telheiras, em Lisboa.

É o evento do ano para o fantástico português, por isso se vos for possível não faltem!

Mais informações serão disponibilizadas pelo Rogério, fiquem atentos ao seu blogue:

http://idreaminfrared.blogspot.com/

 

in Correio do Fantástico

Dagon- dia 23 de Janeiro no Clube Literário do Porto

13.01.10

 

 

“Mais que uma apresentação, uma reunião em volta das artes no fantástico”

Quando imaginei como poderia ser o momento da apresentação da revista, logo me surgiram algumas ideias. Não queria apenas pegar num exemplar e apregoar o quanto ele tinha qualidade, o quanto era bonito, enfim…tentar vender o produto. Não, isso não queria mesmo! O que realmente sonhava era com um momento de união entre os leitores do género, os autores da revista e os demais que marcassem presença. Mostrar que no fantástico existem artes e artistas excepcionais, que também vão muito além da escrita. Não ambicionava o silêncio, pois silencioso demais tem estado o fantástico português. Surgiu assim a ambição de apresentar os trabalhos de quatro autores portugueses nas áreas da ilustração, nas galerias do Clube Literário do Porto, local de excelência para estas ocasiões. Surgiu também a “necessidade” de discutir alguns temas em mesas redondas, deixando a conversa fluir entre oradores e todos os presentes. Originalidade? Não! Influências óbvias do trabalho desenvolvido antes, principalmente pelo Rogério Ribeiro. Se conseguir trazer tanta união à volta deste género como o Rogério trouxe, nem que seja por apenas por umas horas, o objectivo máximo estará conseguido. E por último a música, com a eventual presença de um pianista profissional (ainda por confirmar).

A revista consiste num desafio, mais do que numa afirmação. Um desafio à leitura, à descoberta de novos autores, novos contos, novos artigos, novas imagens e à redescoberta do melhor que se tem feito em Portugal no género… Novamente, se esta revista se conseguir aproximar dos trabalhos feitos por outros editores (tal como me foi recentemente relembrado, com toda a justiça, no fórum bbde) como o Rogério (Bang), o Ricardo (Nova) e o Tiago Gama (Phantastes) então será para mim um sucesso. Não arrogo para qualquer tipo de louro, não quero fama, não anseio por reconhecimento. Outros fizeram antes de mim um trabalho colossal. Agora dou o meu singelo contributo, para o qual sem a ajuda de todos os envolvidos não seria possível de realizar.

Quanto à substância da revista, posso afirmar que conta com autores de enorme qualidade, que fizeram um excelente trabalho. Os leitores poderão ler quatro contos, quatro artigos, uma entrevista, um pequeno texto em prosa poética e ainda conhecer o trabalho do ilustrador Miguel Ministro, ao qual pertence a imagem de capa, inspirada no conto “Dormindo com o Inimigo” de Luís Filipe Silva. Poderão ler o que pretende ser uma homenagem a João Barreiros, deliciar-se com autores portugueses, como Carla Ribeiro, Luis Canau e Nuno Fonseca e estrangeiros como Larry Nolen e Nir Yaniv. Poderão por último gostar ou não gostar e deverão criticar!

A edição assenta em três bases: dar a conhecer os melhores trabalhos dos autores portugueses (conhecidos ou desconhecidos), dar a conhecer autores internacionais e relembrar trabalhos históricos. Também não é algo original; ainda recentemente me foram apontadas as seguintes publicações: “Bang” 0, 1 e 2: Lavie Tidhar, Frank Roger, Sarah Hoyt, entre outros; “Nova”: Csilla Kleinheincz, Santiago Eximeno; e ainda outros na “Phantastes”.
Mas ainda que não sendo original, é uma aposta forte, que poderá trazer frutos:)

Não poderia ter ambicionado um local melhor que o Clube Literário do Porto, que conta com excelentes instalações e com uma filosofia que em tudo se assemelha ao implementado na revista.

Será uma revista de publicação trimestral, com o total de quatro números por ano. Estará disponível em algumas livrarias nas cidades de Lisboa e Porto e poderá também ser adquirida através de uma assinatura anual.

É sobretudo uma aposta na qualidade. Com um trabalho impecável da editora Edita-me, que  começa desta forma a sua aposta no mercado de literatura fantástica e que em tudo se afastou de um trabalho de “vanity press”.

 

Roberto Bilro Mendes

 

Fica o programa, que pode ainda ser sujeito a algumas mudanças por motivos de força maior:

Clube Literário do Porto:

 

16:30: Inauguração da exposição de arte fantástica nas galerias.

 

17:00: Cave: Mesa redonda com o tema “Ficção Científica Internacional, ilusão ou realidade?”. Oradores: Luís Filipe Silva e orador a confirmar;

 

17:45: Cave: Mesa redonda com o tema “Literatura Fantástica Portuguesa, que futuro?”. Oradores: Rogério Ribeiro e Pedro Ventura.

18:30: Galeria: Apresentação da revista “Dagon” com música ao vivo (a confirmar).

 

 

 

publicado por sá morais às 18:41

Conversas Imaginárias - Programa

13.11.09

 

 

 LISTA DE PARTICIPANTES:

 


Ana Vicente Ferreira (literatura)
Andreas Rocha (concept art)
António de Macedo (cinema)
Bruno Martins Soares (literatura)
Carla Ribeiro (literatura)
David Soares (BD e literatura)
Fábio Ventura (literatura)
Filipe Melo (cinema e BD)
Filipe Teixeira (concept art e BD)
Gonçalo Sousa (concept art)
João Barreiros (literatura)
Nuno Fonseca (literatura)
Paulo Fonseca (literatura)
Paulo Prazeres (cinema)
Pedro Florêncio (cinema)
Pedro Ventura (literatura)
Rafael Loureiro (literatura)
Ricardo Venâncio (BD)
Rui Ramos (BD)
Telmo Marçal (literatura)

 

 

 

 

O Programa

 
21 de Novembro
(auditório da BMOR)

16:00-17:15 – Mesa-redonda: Concept artists nacionais.
Com Andreas Rocha, Gonçalo Sousa e Filipe Teixeira.

17:15-17:45 – Intervalo

17:45-19:15 – Exibição de curtas-metragens e Mesa-redonda "Cinema Fantástico Português".
Com Rita Palma (moderação), Paulo Prazeres, António de Macedo, Filipe Melo e Pedro Florêncio.
Com a exibição de “FRUNC”, “Papá Wrestling” e “I’ll See You In My Dreams”.


28 de Novembro
(auditório da BMOR)

Feira do Livro Fantástico (em confirmação - no átrio).

15:00-15:45 – Mesa-redonda “Auto-edição em Portugal: oportunidades e problemas”.
Com Pedro Ventura (moderação), Paulo Fonseca, Rafael Loureiro, (+ convidado a confirmar).

15:45-16:15 – Sugestões de Leitura.
Com João Barreiros, Nuno Fonseca e Cristina Alves.

16:15-16:45 – Intervalo.

16:45-17:45 – Mesa-redonda "Novidades em Banda-Desenhada".
Com Ricardo Venâncio, Rui Ramos, David Soares e Filipe Melo.

17:45-18:30 – Mesa-redonda “Novas aventuras do Fantástico Português”.
Com Telmo Marçal, Fábio Ventura, Bruno Martins, Ana Vicente Ferreira.

18:30-19:15 – Mesa-redonda "A Literatura Fantástica Portuguesa: Passado e Presente".
Com Maria do Rosário Monteiro (moderação), Safaa Dib, João Seixas, (+convidados a confirmar).

20:00 – Tertúlia Noite Fantástica
(para quem estiver interessado em ficar para conversar durante o jantar, em restaurante a confirmar)


E ainda, a decorrer desde 9 de Novembro (na sala multi-usos da BMOR), até 28 de Novembro, a Exposição Há Conversas com o Imaginarte.


Organização: Rogério Ribeiro.
Cartaz: Luís Peres.
Apoio: Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro.

 

pesquisar

 

comentários recentes

mais comentados

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

eXTReMe Tracker

Junho 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30