Goor - A Crónica de Feaglar 2

14.05.10

 

"Regresso a Goor, mundo fantástico capaz de fazer corar o Senhor dos Anéis!"
in Correio da Manhã

Goor - A Crónica de Feaglar 2

22.10.08

 

"Regresso a Goor, mundo fantástico capaz de fazer corar o Senhor dos Anéis!"
in Correio da Manhã

Goor - A Crónica de Feaglar 2

14.10.08

 

 " (...)mas de todos os livros que li durante o ano, sem duvida alguma “Goor - A Crónica de Feaglar 2“ foi o melhor do ano, melhor de todos, daquele tipo de livro que tenho sempre a mão para uma releitura, e posso indicar com toda confiança como sendo um livro completo."

in Realidade Torta - Brasil
 
"Este romance de aventuras épicas “adocicado com o toque mágico da fantasia” merece, sem dúvida, a nossa atenção. Valores como a amizade e a liberdade, tão essenciais à nossa condição humana, estão aqui sempre presentes."
in Montijo Agenda
 
"Regresso a Goor, mundo fantástico capaz de fazer corar o Senhor dos Anéis!"
in Correio da Manhã
 
"Por fin chegou ás nosas mans a segunda parte da Crónica de Feaglar. E se me pedides que vola resuma nunha frase, direi-vos que concordo que as segundas partes non son boas, neste caso, son mellores! (...) Eu pola miña banda só podo dicir que fico coa mesma sensación que cando acabo un bo libro ou unha película: qué magoa que xa acabase, pero disfrutei tanto mentras... "
in Nova Fantasia ( Espanha )
 
Pontos de venda na Internet:LivrosNet
 
 
Ou adquira directamente enviando um mail para: noctis2006@sapo.pt
 
 
 

Goor - A Crónica de Feaglar 2

10.10.08

 

"Regresso a Goor, mundo fantástico capaz de fazer corar o Senhor dos Anéis!"
in Correio da Manhã

Critica a Goor 2

23.09.08
 
" (...)mas de todos os livros que li durante o ano, sem duvida alguma “Goor - A Crónica de Feaglar 2“ foi o melhor do ano, melhor de todos, daquele tipo de livro que tenho sempre a mão para uma releitura, e posso indicar com toda confiança como sendo um livro completo."
in Realidade Torta - Brasil
 
"Este romance de aventuras épicas “adocicado com o toque mágico da fantasia” merece, sem dúvida, a nossa atenção. Valores como a amizade e a liberdade, tão essenciais à nossa condição humana, estão aqui sempre presentes."
in Montijo Agenda
 
"Regresso a Goor, mundo fantástico capaz de fazer corar o Senhor dos Anéis!"
in Correio da Manhã
 

"Por fin chegou ás nosas mans a segunda parte da Crónica de Feaglar. E se me pedides que vola resuma nunha frase, direi-vos que concordo que as segundas partes non son boas, neste caso, son mellores! (...) Eu pola miña banda só podo dicir que fico coa mesma sensación que cando acabo un bo libro ou unha película: qué magoa que xa acabase,  pero disfrutei tanto mentras... "

in Nova Fantasia ( Espanha )

 
Pontos de venda na Internet:
 
 
Os livros Goor - A Crónica de Feaglar I e II estão disponíveis na Biblioteca Municipal Central - Palácio Galveias 
 
e na DocBweb da CM de Coimbra

 

Toponímia de Goor - A Crónica de Feaglar

20.09.08

 

 

Montanhas de Goor - Cadeias de montanhas inexploradas a norte do reino Darmenério. Lugar proibido e temido pelos Homens. Será palco de aventuras de Feaglar e dos seus companheiros.

Em dhorianic ( língua padrão dos dhorians ) Goor tem o significado de tenebroso, assustador, proibido. No entanto, esta palavra não é utilizada no quotidiano, recorrendo-se ao sinónimo hagarun. A palavra goor existe com idêntico sentido ( e como referência geográfica ) na língua dos nilmec e na maioria dos dialectos condra. Os Líticos também a utilizam, nas pronunciam-na guur.

 

 

Celénia - Capital do reino Dhorian e morada dos monarcas até à construção de Nimelian, no reinado de Feaglar. Mas mesmo depois dessa mudança, a corte permanece nesta antiga cidade fortificada, cujas origens se perdem nos Tempos Antigos ( descrição generalista para o passdo mais distante ). A imponente muralha original foi derrubada pelo rei Dagnar, que pretendia alargar os muitos palácios no interior, incluindo o seu. Foi construída uma nova linha de muralhas, mas muitos militares sempre a consideraram inferior à original, apesar de alguns melhoramentos defensivos realizados ao longo do tempo. As principais edificações da cidade são imponentes e austeras, num estilo arquitectónico grandioso, mas rude. As ruas são estreitas, labirínticas e sombrias, ao contrário do que acontece na airosa e funcional Nimelian. Como em muitas outras cidades, o casario já extravasou para o exterior das muralhas, sendo aí que residem as classes mais baixas. Celénia é habitada por muita da nobreza dhorian mais tradicional, que se opõe de modo mais ou menos encoberto às reformas de Feaglar.

 

Resposta a leitora de Goor

10.09.08

 

 

 

Recebi à dias um mail de uma leitora de Goor - A Crónica de Feaglar ( obrigado pelo feedback ) com alguns reparos que julgo serem importantes e decidi responder aqui no bastião blogosférico:

 

1- "Existe uma diferença de ritmo entre o início de Goor I e Goor II"

 

   É verdade. Goor II é bem mais objectivo e "acelerado" enredo. No início ainda estava a "encaixar-me" na estória, a moldar-me a tudo aquilo que se desenrolava na minha cabeça. Foi difícil muito conciliar ideias e escrita. Só quando me "fundi" mais com aquele mundo de Goor e  aprendi a ser melhor "cronista" é que as coisas fluiram melhor. Devo ainda acrescentar que o início foi escrito de forma intermitente ( o que nunca é bom... ) e em espaços pouco... apropriados... como salas de aula da faculdade. Goor I é realmente um pouco mais "pesado", mas é essencial para o que vem a seguir. Eu não alteraria nada, talvez por já me ter apegado em demasia ao todo que é Goor.

 

2- "As personagens mais fortes são mulheres. Porquê?

 

   Bem, não vamos esquecer Feaglar, Thuron ou Sarraden... Mas não hajam dúvidas que Gar-Dena, Calédra e até mesmo Galana são os "motores" e muita da alma da estória. São forças indomáveis, poderosas e profundas. Não é por acaso que a minha personagem preferida acaba por ser a irreverente ( sim, é um eufemismo... ) Calédra. Mas porquê mulheres? Bem, porque não?! Para quê insistir na "velha fórmula" em que as mulheres são sempre as frágeis donzelas que aguardam o regresso dos heróis? Porque não perverter esse modelo? Porque não?...  

 

3 - " O que influenciou Goor? Eu esperava encontrar na linha dos livros de X e afinal (...)"

 

   Goor não se encaixa apenas na Fantasia e não segue o repetido modelo " magos, anões & elfos". Nada disso! Também é uma demanda ( aqui com importância relativa... ) e tem um toque de sobrenatural, mas acaba por ser um livro diferente. Fantasia Épica? Não sei... É diferente. Recordo que no início de Goor as personagens são cépticas a tudo o que ultrapasse a fasquia daquilo que é tido por "normal". Esta é uma sociedade com um ideário mitológico simples, num estádio "protocientífico", que nunca aceitaria "idosos de chapéus bicudos a agitarem varinhas mágicas". Em Goor os poderes sobrenaturais submetem-se à vontade das pessoas das quais emanam e têm uma explicação enublada e invulgar... Para mim, esta é uma "magia" bem mais poderosa - o poder intrínseco da essência humana.

   Isto talvez se deva a influências bastante diversificadas, que não são maioritáriamente do campo da Fantasia. A verdade é que desconheço muitas das obras tidas por referência pela "intelectualidade" do meio. Mas julgo que compenso essa falha com diversidade.

 

4 - "fazer mais livros de Goor"

 

   Infelizmente não vivo da escrita... Infelizmente, como tantos portugueses, tenho um trabalho que me ocupa muito tempo e me faz chegar estoirado a casa ao fim do dia. Não posso embarcar em retiros espirituais, nem em viagens inspiradoras, como fazem algumas figuras da escrita. Vivo a vida real da maioria dos portugueses.

   Tenho muitas ideias, mas poucas condições para as colocar no papel. Escreverei em tempos melhores. Espero, mas não desisto. Vamos a ver se será algo do género de Goor ou não...

 

5 - " Não encontrei aqui o livros nas paeplarias de (...)"

 

   Há tanto para dizer! Mas vou deixar este tema para um post posterior...

 

 

 

Resta-me agradecer as palavras simpáticas e o apoio que recebi deste mail. Como costumo dizer: a minha melhor recompensa é saber que alguém gostou de partilhar deste meu mundo!

 

Caso também queiram falar sobre Goor, enviem um mail para noctis2006@sapo.pt

Goor - A Crónica de Feaglar II

10.09.08

 

"Regresso a Goor, mundo fantástico capaz de fazer corar o Senhor dos Anéis!"
in Correio da Manhã

 

Goor - A Crónica de Feaglar II

29.07.07

Goor - A Crónica de Feaglar II

 

( Devido a alterações editoriais, Goor estará disponível em Setembro. )

 

A grande aventura continua!

 

 

Vai querer ficar de fora?

Goor - A Crónica de Feaglar

24.10.06

É só para lembrar que Goor também está à venda on-line nos seguintes sites:

Bertrand -  ( Com sinopse e 10% de desconto )

LivrosNet - ( Com 10% de desconto e despesas de envio grátis )

Personagens - Galana

18.10.06

Galana - Embaixadora nilmec em Nimelian. Hábil com o arco longo e possuidora do Dom. Acompanhará Feaglar nas suas aventuras.

 

Goor - A Crónica de Feaglar

02.10.06

Já á venda nas livrarias Pretexto de Viseu e na Livraria Bertrand do Fórum Viseu. Em breve no resto do país.

pesquisar

 

comentários recentes

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

eXTReMe Tracker

Junho 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30