Sinopse
Algures no leste de Europa, uma equipa de mercenários é contratada para acompanhar um cientista até um local remoto, onde 60 anos antes as forças nazis procuraram criar super-soldados. O grupo de mercenários atinge o seu objectivo e descobre os restos mortais das vítimas dessas experiências. Porém, por entre os cadáveres existe alguém ainda vivo!

A partir daí, começa o horror! Este grupo de soldados veteranos, habituados às situações mais difíceis, vão sentir o verdadeiro significado do medo pois começam a ser atacados por hostes de soldados fantasmas, aparentemente indestrutíveis que tudo farão para os matar. Combinação entre filme de guerra e terror, Outpost - Exército Fantasma conta com uma excelente produção visual e fotografia que resultam na criação de uma insinuante atmosfera de angústia e horror.

 

 

Opinião:

 

Quando tirei este filme da prateleira pensei: "Ainda me vou arrepender!". No entanto, o género era-me apelativo e aluguei. O argumento tinha todos os ingredientes ( o imaginário das experiências científicas nazis é um filão ) para uma grande história e, de facto, até perto do fim, o filme foi uma boa surpresa - a produção visual e a fotografia eram boas, as personagens coerentes ( apesar do deja vu no estilo... ), boa caracterização, boa realização, intensidade, etc... Como já disse, tinha tudo para ser um bom filme... O problema é que, no fim, Steven Barker, "borra a pintura" ( pardon my french ) com inconsistências elementares que obliteram o enredo e a essência do próprio filme. É pena... Quem me dera só ter visto a parte inicial do filme e deixar para a imaginação o desenlace. Era difícil fazer pior...

 

publicado por sá morais às 12:37