Apontamentos 2

28.02.09

"Depois de ultrapassar o estigma de ser “apenas” um festival de cinema fantástico"

 

Esta frase, enquadrada num texto relativo ao Fantasporto, despertou um comentário do amigo LBaixinho que, por consequência originou este meu "apontamento"...

 

Como é óbvio, não fui eu o autor do texto - não tenho tempo para tais luxos. Se fosse, tal tirada não existiria.

 

De facto, somos um país de "estigmas" ranhozitos e serôdios, que acabam por revelar uma cultura enfezada, amordaçada, repetitiva e estagnada.

Por um lado temos aqueles que "estigmatizam" tudo aquilo que vá além do cinema devotado a uma mera exibição de cenas picantes e corpos desnudados, encaixados num argumento facilmente digerível. Por outro temos a minoritária pseudo-intelectualidade de tiques e modas, que se julga possuidora de um saber e sensibilidade transcendentais, inacessível aos que não habitam o seu restrito grupinho, mais ou menos estanque a outros grupinhos... Estes estigmatizam tudo o que não encaixe em certos padrões de "bom gosto" ( geralmente importados de espécimes de nacionalidade diversa ) e vá além de um cinema absurdo, amorfo e neurótico que, na maior parte das vezes, nem eles entendem... No fundo, os elementos deste segundo grupo são os mesmos do primeiro, com roupagem modo de falar diferente.

Aproveitando a "boleia", também me vou dar ao luxo de "estigmatizar por aí" os estigmas alheios - atenção! Não estou a criticar gostos pessoais, apenas preconceitos. Considero que as ditas pessoas que "estigmatizam" o Fantástico possuem um mentalidade de "rio seco". Falta-lhes o pulsante cauda... São aqueles "mesmos" de sempre para quem a terra é plana, a lua é um queijo e que acham que a imaginação é atributo infantil, sem esquecerem que esta é o verdadeiro "combustível" da sua realidade. Num mundo só de gente assim, nunca teríamos passado de seres cavernículas, cheios de certezas inabaláveis, num mundo terrívelmente intediante. Sendo assim... Para o diabo com quem tem preconceitos relativos ao Fantástico!

publicado por sá morais às 21:51

Star Wars - Clone Wars

27.02.09

 

Por estranho que vos possa parecer, esta série ( supostamente infantil/juvenil ) é das poucas coisas que vejo nas TV´s privadas portuguesas...

SIC - sábados 10h00

 

Já agora... Conheça o Star Wars Clube Portugal

publicado por sá morais às 23:44

Personagens da Ficção Científica/ Fantástico / Terror / Aventura

21.02.09

 

Amy Allen

 

 

Aayla Secura é uma personagem de Star Wars. Twi'lek azul, muito poderosa e com grande habilidade com o sabre de luz, serviu como general nas Guerras Clónicas, foi treinada na arte de lutar com um sabre de luz em cada mão. Aayla secura foi morta em Felúcia, durante a Ordem 66.

 

publicado por sá morais às 15:54

Coisas que marcaram: Os Heróis da Esquadrilha (Piece of Cake)

21.02.09

 

  • Squadron Leader Ramsey (Pilot. Commanding Officer. Killed 1939) - Jack McKenzie
  • Squadron Leader Rex (Pilot. Ramsey's successor. Killed 1940) - Tim Woodward
  • Flight Lieutenant Marriott (Engineering Officer. Killed 1940) - Stephen MacKenna
  • Flight Lieutenant 'Uncle' Kellaway (Adjutant) - David Horovitch
  • Flight Lieutenant 'Fanny' Barton (Pilot and Flight Commander. Succeeded Rex as C.O. May 1940) - Tom Burlinson
  • Flying Officer 'Skull' Skelton (Intelligence Officer) - Richard Hope
  • Flying Officer 'Moggy' Cattermole (Pilot. Killed 1940) - Neil Dudgeon
  • Flying Officer 'Pip' Patterson (Pilot) - George Anton
  • Flying Officer 'Flip' Moran (Pilot and Flight Commander. Killed 1940) - Gerard O'Hare
  • Flying Officer 'Flash' Gordon (Pilot. Killed 1940) - Nathaniel Parker
  • Pilot Officer 'Fitz' Fitzgerald (Pilot. Killed 1940) - Jeremy Northam
  • Pilot Officer 'Sticky' Stickwell (Pilot. Killed 1940) - Gordon Lovitt
  • Pilot Officer 'Mother' Cox (Pilot. Wounded in Action 1940) - Patrick Bailey
  • Pilot Officer Hart (Replacement Pilot. U.S. Volunteer. Killed 1940) - Boyd Gaines
  • Pilot Officer 'Dickie' Starr (Pilot. Killed 1939) - Tom Radcliffe
  • Pilot Officer 'Moke' Miller (Pilot. Killed 1940) - Mark Womack
  •  

 

Série de ficção de grande qualidade da ITV de 1988 que recorda a coragem dos pilotos britânicos ( e de outras nacionalidades ) da RAF, na defesa do país e do mundo livre, aquando do confronto que ficou conhecido por Batalha de Inglaterra, durante a 2.ª Guerra Mundial. No entanto, esta série também revela um lado mais humano desses homens e desses tempos irrepetíveis na história da Humanidade.

 
 
 

Histórias dos homens do Esquadrão Hornet RAF durante os primeiros dias da II Guerra Mundial. Uma série de culto para um apreciador da época e que, felizmente, a RTP Memória, voltou a colocar no ar. Uma jóia televisiva! Obrigado RTP Memória!

 

publicado por sá morais às 15:14

O Cavaleiro da Ilha do Corvo

16.02.09

 

 

 

Joaquim Fernandes

 

Lançamento
Círculo de Leitores

No cume da ilha negra erguia-se a estátua de um homem. Assim conta a lenda. Esbatidas as feições de pedra, era clara a figura de um homem a cavalo que apontava a noroeste, em direcção ao Novo Mundo. Partindo da mística figura que consta dos primeiros relatos de chegada à Ilha do Corvo em 1452, o historiador Joaquim Fernandes procura a verdadeira origem desta ilha e dos povos que por ali passaram. Foram de facto os portugueses os primeiros a ali chegar? Um mistério a descobrir.

 

 

E se tudo não passasse de uma conspiração? E se as provas encontradas na Ilha do Corvo que provam a passagem dos fenícios pela ilha tivessem sido ali plantadas para colocar em causa as descobertas dos Portugueses e Espanhóis? E se a tal lenda de um tal cavaleiro em pedra que aponta, do mais alto cume da ilha, em direcção às Américas fosse apenas uma tentativa de insinuar a descoberta por outros povos do que Colombo definirá de Novo Mundo?

E se...?
E se...?

E se de facto existiu uma escultura, porque foi mandada retirar por D. Manuel? E como teriam chegado à ilha os vasos em cerâmica e a prata fenícia datadas de 340 a 320 a.C. ? Quem ali chegou, quem ali viveu, quem dali partiu em viagem até outros continentes?

Perguntas e hipóteses que Joaquim Fernandes ousa questionar. Historiador, especialista no estudo do imaginário português, dedica-se há mais de três décadas ao encontro de disciplinas como a ciência, tecnologia, medicina e sociedade. Tendo editado obras como «Fátima, nos bastidores do Segredo», «Silenciados e silenciosos. Religiosidade e espiritualidade em Portugal», este «O Cavaleiro da Ilha do Corvo» lança o leitor no encalço de um secular mistério histórico. Recolhendo provas e documentos, tenta ver para além deles e perceber as implicações de uma lenda – e como ela pode alterar toda uma perspectiva histórica. Desafiando as certezas, procura a verdade de uma pequena e negra ilha que parece afinal esconder um intemporal mistério.

publicado por sá morais às 22:34

Apontamentos 1

13.02.09

Reparei que num catálogo de uma conhecida livraria os livros estavam divididos em secções, sendo que três dessas secções ostentavam as seguintes denominações:

 

  • Livros de Literatura Lusófona
  • Livros de Literatura Traduzida
  • Livros de Literatura Traduzida e Policial

Hum?! Literatura Traduzida?! Traduzida e Policial?! Será que a tradução também já se tornou género literário? Eu sei que os senhores tradutores têm muito peso no nosso mercado editorial, mas isto é ridículo! Haja Juízo!

publicado por sá morais às 21:22

De volta! Felizmente! Fantas 2009

13.02.09

O festival de cinema mais importante de Portugal prepara-se para dar o arranque à sua 29 edição divulgando a programação para um evento que se vai desenrolar entre 16 de Fevereiro e 1 de Março no Porto.

 

O Fantasporto apresenta num total de 13 salas com sede no teatro Rivoli mais uma quinzena de luxo para os cinéfilos nacionais, e não só. Depois de ultrapassar o estigma de ser "apenas" um festival de cinema fantástico, o Fantas traz para esta nova edição mais uma série de propostas que prometem fazer do Porto a capital do cinema europeu de Fevereiro.

 

Para abrir a programação, estreia nacional exclusiva de Che, o filme de Steven Soderbergh sobre o revolucionário Ernesto Guevarra, cuja critica do Cinema podem ler aqui. O filme abre as hostilidades para um festival que conta como cabeças de cartaz Delta, do premiado autor hungaro Kornel Mundruzco (que já se apresentou no Porto com Pleasent Days e o multi-premiado Johanna), The Chase e Hansel e Gretel.

 

Destaque também para a retrospectiva do cinema galego, seguindo o estreitar de relações entre a região Norte e a Galiza, isto depois de no ano passado o palmarés ter sido quase exclusivo de produções espanholas.

 

José Fonseca e Costa receberá o prémio de carreira, mas não é o único cineasta alvo de uma retrospectiva especial. Também o italiano Mario Bava, pai do cinema de terror italiano, e o alemão Jorg Buttgereit, terão direito a retro no pequeno auditório do Rivoli.

 

Para além das habituais secções Semana do Realizador e Orient Express, o Fantas volta a contar com o espaço "Cidade do Cinema" na praça D. João I, onde serão exibidas uma série de curtas-metranges. O Festival volta também a marcar presença em várias salas do grande Porto confirmando que o Rivoli já é demasiado pequeno para um festival desta magnitude.

 

Para consultar a programação completa, podem consultar aqui o site oficial do Fantas.

 

 

publicado por sá morais às 11:05

tonight is what it means to be young!! FIRE INC

09.02.09

 

 

"Let the revels begin
Let the fire be started
We're dancing for the desperate and the broken-hearted

Say a prayer in the darkness for the magic to come
No matter what it seems
Tonight is what it means to be young
Before you know it it's gone
Tonight is what it means to be young
Before you know it it's gone"

Goor - A Crónica de Feaglar 2

05.02.09

Goor - A Crónica de Feaglar II
 
 
 
"Este romance de aventuras épicas “adocicado com o toque mágico da fantasia” merece, sem dúvida, a nossa atenção. Valores como a amizade e a liberdade, tão essenciais à nossa condição humana, estão aqui sempre presentes."
in Montijo Agenda
 
"Regresso a Goor, mundo fantástico capaz de fazer corar o Senhor dos Anéis!"
in Correio da Manhã

Love Kills / Metropolis

03.02.09

 

 

publicado por sá morais às 23:10

My Name is Bruce

03.02.09

 

 

My Name is Bruce (2008)

Starring:
Bruce Campbell, Grace Thorsen, Taylor Sharpe, Ted Raimi, Ellen Sandweiss, Danny Hicks, Tim Quill
Director:  Bruce Campbell
Rated: Unrated
U.S. Opening Date: October 31, 2008

 

 

O filme "My Name is Bruce" foi prometido para o fim de 2007, mas problemas de distribuição atrasaram o longa por quase um ano. Apesar de uma expectativa de lançamento apenas em DVD, a produção vai ter uma breve passagem confirmada nos cinemas americanos a partir da próxima semana. Já contando com uma possível continuação (por enquanto baptizada de "My Name is Still Bruce" [Meu Nome Ainda é Bruce]).
 


"My Name is Bruce é uma heróica luta de uma pequena cidade mineira (Gold Lick, Oregon) para se livrar de um vingativo monstro. Guan-di (Jamie Peck), o deus chinês da guerra e protector dos mortos, que foi libertado por adolescentes violadores de tumúlos e vem para proteger as campas dos chineses mortos no desabamento de uma mina local no ano passado."

Quem viu Exército das Trevas sabe bem porque fico feliz com este regresso...

pesquisar

 

comentários recentes

mais comentados

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

eXTReMe Tracker

Fevereiro 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
17
18
19
20
22
23
24
25
26