Estes eram tempos em que, pelo menos, os "slayers" tinham fisionomias que nos convenciam que, de facto, o poderiam ser. Estes eram tempos em que, pelo menos, os vampiros não eram rapazolas andróginos a assediar mentecaptas em idade escolar. Mas é esse o mainstream, o que se pode fazer? Os livros com essas características fazem as editoras parecerem Macdonalds, tal a velocidade com que saem essas obras "fastfood" e "low fat". Nem é preciso mudar o óleo! É o bota para lá! Mudam-se os nomes, um pouco do enredo e voilà! Temos novo big mac! Perdão, livro! A malta devora-os deliciada, criando uma estranha habituação, talvez até lesões cerebrais - aquilo que a Levis chama de Shrink-to-fit. Ó Kolchak, volta que estás perdoado!

 

Por: ANDREIA TORRES

 

 

tags:
publicado por sá morais às 12:38